sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Ah, meus ovários!

     Olá, meninas!

     Feliz dia de São Sebastião! Bom feriado para todas (do Rio, de Ribeirão Preto e de Suzano...até onde eu sei - descobri ontem à noite que São Sebastião não é exclusivo dos cariocas, é beeeem "dado" e quis fazer carreira solo por todo o Brasil! E a gente achando que ele era "Aha-uhu, São Sebastião é só nosso!" Tolinhaxxxxx! Mas ele é bem legal, mártir, gente boa e consegue dar conta de olhar por todos nós! Quem quiser saber mais, segue o link sobre a história dele: http://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%A3o_Sebasti%C3%A3o - e aproveitem enquanto o Wikipedia está no ar...).
P.S.1 Eu tinha escrito essa parte pela manhã. Fica valendo como bom final de semana, tá? Vocês me perdoam, né? :)


     Beeeem, eu poderia estar aqui para falar só sobre o santo padroeiro da minha querida cidade, mas não. Hoje estou aqui para desabafar sobre meus ovários... Não sei se alguém do Andrews lê esse blog, mas se ler, vai lembrar da professora de biologia do 1o ano do 2o grau (sssimmm, sou idosa! Ainda não existia essa coisa de ensino médio, fundamental, sei lá o que mais...), que ao invés de falar "que saco!", falava "ai, meus ovários!". E hoje, concordo plenamente com ela.

     Primeiro, fisiologicamente falando. Meus ovários resolveram que iam "curtir" o tamoxifeno, e se "hiperestimularam", se tornando um reino de cistos. Um não, dois, pois os dois resolveram virar um chokito. Estão enormes e eu sinto que tenho uma bomba relógio na minha pancinha de Ursinha Carinhosa. Pode ser que rompam, pode ser que eu tenha uma torção. Mas, sinceramente? Nem estou me preocupando muito com isso. Só de não ser maligno, acho tudo lindo. Mas, com isso tive que parar o tamoxifeno e esperar.
     Estou esperando ver no que dá. Minha médica maravilhosa me disse que provavelmente os ovários vão diminuir com a suspensão do tamoxifeno. E nesse momento aproveito para agradecer mais uma vez por tudo que ela tem feito por mim. Tudo em todos os sentidos. Dra. Monica Ribeiro é a médica que eu gostaria que todas tivessem. Ela é ótima tecnicamente falando, e é excelente como pessoa. Me dá atenção, me atende, me orienta, me acalma, me explica tudo. E o que ela decide eu sinto que é o melhor para mim. E toda noite eu agradeço a Deus por ter colocado ela na minha vida.

     Mas, agora vem a parte chata. Não sei se a culpa é dos hormônios, se é por dia 24 fazer 1 ano que recebi o resultado da biópsia, ou se é porque estou sem paciência com besteiras mesmo. Ando tão sem saco (ovários eu ainda tenho... como visto acima!) para bobeiras. Sei que já escrevi aqui sobre isso n vezes, mas parece que a cada dia que passa, eu fico mais sem paciência para as bobagens que ouço por aí. Ando tão sem saco para essas coisas, que pensei até em sair do Facebook. Não aguento entrar e ver fotos/comentários de pessoas felizes full time, será que todo mundo realmente está em Paris ou NY todos os dias? Será que todo mundo passa o dia na praia de Ipanema? Será que todo mundo janta toda noite em restaurantes maneiríssimos? Sinceramente... Claro que também não precisa colocar as desgraças da vida, tipo: "Chegou a conta de luz... Putz, tenho que reduzir o ar!", "Indo ao mercado comprar papel higiênico..." Sei lá, acho que a gente tem que pensar a respeito disso. Se vai levar a algum lugar, nem sei... Mas pensar nunca dói, né?


     P.S. Genteeee! Não achem que sou contra o Facebook. Longe de mim. Adoro, até porque através dele eu consigo falar com pessoas com quem eu jamais falaria na frequência com que eu tenho falado, consegui conhecer meninas maravilhosas, que estão passando ou passaram pelo mesmo que eu e ele tem me ajudado muito. Só estou refletindo sobre essa superexposição da "alegria-feliz demais". 

     Gostaria de continuar aqui reclamando de mais algumas coisinhas que aconteceram, mas não vou dar "ibope" para quem não merece... Desculpa aí, viu meninas? Mas, pensem numa TPM eterna e contínua... rsrs Sou eu! :) Mas, vai passar... Ahhh, vai...

     E para começar a mudança no humor, nada como uma boa música. E em homenagem à Elis, aí vai! (Adoro essa música!)

    

    
    

5 comentários:

  1. Ursinha Carinhosa mais Linda do mundo !!!!!!! "tudo passa,tudo passará",tenha fé ecerteza que ,Daqui pra frente, tudo vai ser different!e!!!!
    Ela ,nossa Linda e querida S. R. Me contou....e que vc ,continue dando show de RC no FB,para nos engrandecer .e alegrar.
    Bjusssss e amor sempre
    Did a

    ResponderExcluir
  2. Marina,

    tenho exatamente a mesma impressão a respeito do Facebook, talvez por isso eu não escreva com muita frequência nem posto fotos pessoais de viagens e passeios, pode ser que minha atitude seja extrema, mas é que minha vida não se resume a viagens, restaurante e eventos sociais e não quero que ninguém pense que deveria ser assim. Afinal vejo isso como reflexo dos valores de cada um e infelizmente o materialismo impera nas redes sociais. Para ter muitos comentários em sua página é altamente recomendável, fotos de viagens, preferencialmente internacionais, se possível algumas trajando um biquini para mostrar a mais nova aquisição, um novo par de próteses (que fique bem claro, não se trata de reconstrução) e em super baladas claro, sempre se divertindo ao lado de gente muito bonita.
    Uma ferramenta tão importante como as redes sociais deveria ser melhor aproveitada pela população, afinal em países com a velha ditadura vigente a primeira coisa a ser bloqueada é a internet, tamanho o poder que ela possui, em mobilizar as pessoas e em espalhar o conhecimento a todos. Mas como big brother dá mais ibope que notícias com real conteúdo fica cada vez mais claro na minha visão, que a política do pão e circo, ainda é muito eficaz. Infelizmente, nas minhas postagens de conscientização ao diagnóstico precoce do câncer de mama em mulheres abaixo de 40 anos, quase não foi comentada nem compartilhada, mas a tal da Luiza...

    Um bjo no coração Ursinha.

    ResponderExcluir
  3. Tô sem saco pra td na realidade, e o face é mais um na lista, mas como vcs estãopor lá ainda vou manter pra poder fofocar nem q seja de vez em qdo....bjo amoreeeeeeeeeeee....

    ResponderExcluir
  4. Olá, Marina!

    Eu também sinto a mesma coisa com o facebook, mas somente entre meus familiares e colegas de trabalho ou antigos colegas de faculdade.

    Eu costumo mostrar como sou, cheia de conflitos e inconstância emocional. Tem dias em que estou alegre e em outros não.

    A única coisa que não gosto é de usar fotos na web. Desde 2008 que comecei a blogar já não usava fotos. Fico naquela de fazer um álbum de fotos no facebook e depois tirar.

    Apesar de ter amizade no facebook com quase todos que conheço, são os que não conheço e que postam ideias para o debate o que me atrai mais. Gosto também da possibilidade de trocar ideias com pessoas de todo o país.

    Falando em ovários lembro que os meus já eram pequenos demais - 46 anos - e um já tinha desaparecido. Em outubro durante as químios desapareceram os dois. No ultrassom não se consegue ver.

    Marina, nesse "universo paralelo" que vivemos em termos de tratamento para câncer todas as TPMs terão que ser perdoadas.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Estou passando pelo mesmo problema. Fiz uma cirurgia para retirar um cancer de mama e comecei o tratamento com o tamoxifeno em janeiro. Há um mês sinto dores abdominais. Hoje fiz uma ecografia e apareceram cistos nos dois ovários. Tô super chateada, não sei o que minha médica vai me dizer. E quanto ao face, concordo plenamente com você. Até hoje não tive paciência para fazer o meu perfil. Acompanho a minha filha que tem 11 anos e tá toda hora conectada, mas acho que tem muito exibicionismo, muita exposição. Não vejo muito sentido, acho que estou chata mesmo... desculpe o desabafo, mas me identifiquei com você e sua história. Um grande abraço Menina de Peito!!!
    Suzi.

    ResponderExcluir